Quanto vale um diploma de pós-graduação?

CIFRÃOEm uma postagem anterior eu comentei sobre a desvalorização de um diploma de pós-graduação para o ingresso na carreira docente, utilizando como exemplo o caso específico da UFPB, regida por uma resolução obsoleta e que valoriza majoritariamente a experiência docente anterior em sua prova de titulação, que, em teoria, deveria valorizar pesquisa e extensão em igual medida.

Porém, apesar de prejudicado no tocante ao ingresso na carreira docente, um diploma de pós-graduação (stricto-senso) tem bastante valor para um professor.

Por exemplo, um diploma de doutorado é o requisito mínimo para poder concorrer a editais públicos de fomento a pesquisa e poder orientar alunos bolsistas de iniciação científica e de pós-graduação.

Na maioria dos casos um professor sem doutorado tem sua atuação restrita ao ensino de graduação e acaba impedido de atuar em atividades de pesquisa, que são também muito gratificantes e estimulantes para a permanência na carreira.

No entanto, o foco desta postagem não é avaliar qualitativamente os benefícios de um diploma de pós-graduação. Quero mostrar o quanto vale em R$ para um professor de uma instituição federal de ensino superior ter um diploma de mestrado ou de doutorado.

Para ilustrar as contas vamos pegar emprestado o exemplo da postagem anterior e assumir que Alfa (especialista), Beta (mestre) e Gama (doutor) foram todos aprovados e nomeados em um concurso para Auxiliar 1  (nova categoria de ingresso na carreira docente) em regime de Dedicação Exclusiva, assumiram seus postos de trabalho na mesma data e permanecerão na carreira por 35 anos, progredindo até o nível máximo da carreira para sua formação acadêmica no tempo mínimo exigido.

Além disso, para simplificar as contas, vamos assumir que estamos no ano de 2015 e os salários de Alfa, Beta e Gama já receberam as três parcelas do aumento concedido pelo governo federal após a última greve e que não teremos mais aumentos, correções inflacionárias  ou re-estruturações na carreira pelos próximos 35 anos (batendo na madeira!).

A tabela a seguir mostra a evolução na carreira de Alfa, Beta e Gama e nos permitirá calcular o rendimento bruto destes três professores ao longo dos seus 35 anos de atividade.

Ano Alfa (especialista) Beta (mestre) Gama (Doutor)
1 Auxiliar 1  Auxiliar 1 Auxiliar 1
 2 Auxiliar 1 Auxiliar 1 Auxiliar 1
 3 Auxiliar 1 Auxiliar 1 Auxiliar 1
4 Auxiliar 2  Assistente 1 Adjunto 1
5 Auxiliar 2 Assistente 1  Adjunto 1
 6  Assistente 1  Assistente 2 Adjunto 2
 7 Assistente 1 Assistente 2 Adjunto 2
8  Assistente 2 Adjunto 1 Adjunto 3
 9 Assistente 2 Adjunto 1 Adjunto 3
 10 Adjunto 1 Adjunto 2 Adjunto 4
 11 Adjunto 1 Adjunto 2  Adjunto 4
12 Adjunto 2 Adjunto 3 Associado 1
 13 Adjunto 2 Adjunto 3 Associado 1
 14 Adjunto 3 Adjunto 4 Associado 2
 15 Adjunto 3 Adjunto 4 Associado 2
 16 Adjunto 4 Adjunto 4 Associado 3
17 Adjunto 4 Adjunto 4 Associado 3
18 Adjunto 4 Adjunto 4 Associado 4
19 Adjunto 4 Adjunto 4 Associado 4
 20 Adjunto 4 Adjunto 4 Titular
 35 Adjunto 4 Adjunto 4 Titular

Com os dados desta tabela e utilizando os valores de remuneração disponíveis no site do Ministério da Educação é possível calcular o rendimento bruto de cada um dos professores, incluindo férias e 13o salário, ao longo de seus 35 anos de carreira.

Vamos aos números:

Alfa (especialista): 3 anos como Auxiliar 1 + 2 anos como Auxiliar 2 + 2 anos como Assistente 1 + 2 anos como Assistente 2 + 2 anos como Adjunto 1 + 2 anos como Adjunto 2 + 2 anos como Adjunto 3 + 20 anos como Adjunto 4 = R$ 2.658.599,96

Beta (mestre): 3 anos como Auxiliar 1 + 2 anos como Assistente 1 + 2 anos como Assistente 2 + 2 anos como Adjunto 1 + 2 anos como Adjunto 2 + 2 anos como Adjunto 3 + 22 anos como Adjunto 4 = R$ 3.385.063,98

Gama (doutor): 3 anos como Auxiliar 1 + 2 anos como Adjunto 1 + 2 anos como Adjunto 2 + 2 anos como Adjunto 3 + 2 anos como Adjunto 4 + 2 anos como Associado 1 + 2 anos como Associado 2 + 2 anos como Associado 3 + 2 anos como Associado 4 + 16 anos como Titular = R$ 6.742.217,52

Como isso, podemos “valorar” um diploma de pós-graduação em nível de mestrado ou de doutorado para um professor universitário.

Se você é professor e possui apenas o diploma de especialista, caso de Alfa, um diploma de mestre representaria um ganho adicional ao longo da sua carreira de R$ 726.464,02 enquanto que um diploma de doutorado mais do que dobraria os rendimentos do professor, com um aumento de R$ 4.083.618,56.

Já para um professor apenas com mestrado, como Beta, o diploma de doutor praticamente dobraria a sua renda ao longo da carreira, aumentando-a em R$ 3.357.153,54.

Então, apesar da recente desvalorização dos títulos de pós-graduação para ingresso na carreira docente, se você é professor e não fez doutorado (ou mestrado) está perdendo uma grande quantidade de dinheiro.

Comentários

  1. […] Edit: Se você (não) gostou do que leu, vale a pena dar uma olhada em uma outra publicação minha sobre o assunto, calculando o quante vale um diploma de pós-graduação para um professor universitário. […]

  2. Alzira Karla diz:

    Essas contas são motivadoras quando vemos o montante! Mas a ideia de todos começarem como prof. auxiliar é beeem desestimulante quando se pensa no tempo de progressão!!!!

  3. alexandre diz:

    Pelo que entendi, na prática, essa nova lei atrasa em 3 anos a carreira de um novo professor com doutorado.

    Não é tão ruim quanto poderia ser.

  4. JACKELINE ABÍLIO DE SOUZA diz:

    O problema é maior então para os que ainda não são professores da Federal?? É o meu caso rsrsrsrs. É bom ter ciências das incoerências que regem o Brasil… E eu aqui perdendo meu feriado estudando para melhorar meu currículo, como sempre fiz, e com 26 anos ainda não tive o devido reconhecimento… O que me conforta é que faço isso por amor à profissão. Do contrário, teria apenas me dedicado, desde o final da minha graduação, à concursos públicos e, em seguida, preenchido meu currículo para aumentar meus rendimentos … é bom saber disso somente agora que acabei de concluir o mestrado… ISSO É TRISTE

  5. jackeline, este país ta afundando

  6. João diz:

    Concordo plenamente…

  7. Geraldo diz:

    Não se preocupem pessoal, se o governo federal continuar com esta política salarial, em 2025, um professor federal, com mestrado, vai iniciar a carreira com aproximados dois salários mínimos, ou seja, todos serão nivelados por baixo. Parece o modelo cubano, pensando bem, é melhor do que o modelo da Korea do Norte.

  8. ami diz:

    Nada a ver seu post, respeito sua raiva. Veja este vídeo http://www.youtube.com/watch?v=ZswYYkZHpgA

  9. […] Edit: Se você (não) gostou do que leu, vale a pena dar uma olhada em uma outra publicação minha sobre o assunto, calculando o quante vale um diploma de pós-graduação para um professor universitário. […]