Quem modera os moderadores?

caga regras

Recentemente tive uma postagem excluída de uma comunidade sobre a UFPB no Facebook por ter sido julgada por um de seus três administradores/moderadores como inadequada ao grupo. Saliento que esta é a principal comunidade sobre a universidade, da qual participam hoje mais de 16.800 alunos, ex-alunos, professores e técnicos administrativos.

A postagem, apesar de propositalmente cômica, chamava a atenção para um sério problema enfrentado na UFPB que é a proliferação de gatos pelo Campus. Confira no vídeo abaixo.

Nos últimos anos a população de felinos na UFPB tem crescido assustadoramente e esse crescimento é causado, em parte, pelo abandono de animais no Campus, mas, principalmente pela reprodução dos gatos que por aqui vagueiam.

É fácil mostrar que o abandono de gatos faz a população crescer de forma linear enquanto que a reprodução descontrolada aumenta de forma exponencial o nosso problema

Problema este tão pertinente e atual que foi matéria de TV ontem , 21/08/2013, na principal emissora de nossa capital e recentemente motivou a reitoria a espalhar cartazes nas entradas do Campus alertando que é crime abandonar animais e solicitando que a comunidade denuncie quem for flagrado fazendo isso.

Depois de ter a postagem removida e ter indagado os moderadores sobre a razão para a exclusão, recebi de um dos moderadores a seguinte resposta: “Você já leu as regras da comunidade”? Basicamente um RTFM (Read the fucking manual)!

Não, eu não tinha lido as regras da comunidade! Assim como nunca li regra nenhuma sobre nenhuma das comunidades (ou grupos) dos quais participo no Facebook.

Em todo caso, fui conferir as regras da comunidade, disponíveis aqui e me deparei com a seguinte frase logo no começo do documento:

A única regra é apenas escrever sobre a UFPB e sua vida universitária.

Acho que pelo exposto acima já ficou claro que uma postagem sobre a reprodução de gatos na UFPB estaria de acordo com essa ÚNICA REGRA da comunidade. Inclusive, há varias outras postagens sobre esse assunto na comunidade.

Além disso, há também uma pequena lista com comportamentos considerados inadequados pelos administradores da comunidade. Lista esta, inclusive, que foi incrementada após o meu questionamento sobre a exclusão da postagem de uma forma que considero desrespeitosa.

Porém, não pretendo entrar no mérito das regras da comunidade pois considero uma lástima o simples fato de uma comunidade no Facebook que agrupa a comunidade acadêmica da UFPB precisar de regras e de moderadores.

Aliás, será que precisa mesmo?

O Facebook já oferece um mecanismos para que os usuários possam “denunciar” postagens como inadequadas. Não seria muito mais sensato e escalável deixar que os mais de 16.800 membros da comunidade avaliem a adequação ou não das publicações na comunidade, decidindo o que deve ou não ser removido, ao invés de deixar essa tarefa na mão de 3 moderadores?

No atual modelo, quem modera os moderadores?

Na minha opinião os membros da comunidade da UFPB e de qualquer outra comunidade no Facebook só precisariam seguir dois conjuntos de regras:  as gramaticais e as da boa educação.

Comentários

  1. Clodoaldo Brasilino diz:

    Quis custodiet ipsos custodes?